sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

102 anos de Maria Aragão

A atriz Maria Ethel

 

A BESTA FERA:
UMA HOMENAGEM A MARIA ARAGÃO 
NO SEU ANIVERSÁRIO
DE 102 ANOS DE NASCIMENTO


A médica maranhense Maria José Aragão será homenageada nesta sexta-feira, 10 de fevereiro, pela passagem dos seus 102 anos de nascimento, com a reapresentação do monólogo “A Besta Fera: Uma Biografia Cênica de Maria Aragão”, às 18 horas, no Auditório do Memorial Maria Aragão (Av. Beira-Mar), interpretado pela atriz maranhense Maria Ethel, do Grupo Xama Teatro, com direção de Gisele Vasconcelos e trilha sonora de Cesar Teixeira.

Segundo o grupo, o espetáculo resgata a história de Maria José Camargo Aragão (1910-1991) em meio à pobreza extrema. “Em busca da superação da fome, do preconceito, da agressão e na perseguição do sonho de libertar a humanidade, através da conquista de uma profissão, a medicina, Maria Aragão entrega-se, apaixonadamente, às causas sociais, lutando por uma sociedade justa e igualitária”.

O evento é organizado pelo Instituto Maria Aragão-IMA, que também estará completando 11 anos de atividades. Conforme a psiquiatra Ironildes Vanderlei, vice-presidente da entidade, não houve um só episódio importante na história política contemporânea do Maranhão que não contasse com a presença de Maria Aragão.

“Desde a greve de 1951, passando pelas manifestações dos estudantes, dos camponeses, dos operários, dos médicos, das mulheres, dos professores e pelas mobilizações visando à anistia e as eleições diretas, apenas para citar algumas, a figura dela se fez presente”, comenta Ironildes.

Além de ser o principal responsável pela existência do Memorial Maria Aragão, na Av. Beira-Mar, desde 2001 o IMA organiza semanas politico-culturais em torno de Maria Aragão, tendo trazido para São Luís ilustres figuras do mundo político e cultural brasileiro, como o cineasta Silvio Tendler, Clara Charf, viúva de Carlos Marighella, e Luís Carlos Prestes Filho.

Em fevereiro do ano passado Tendler retornou a São Luís para o lançamento do seu filme “Utopia e Barbárie”, como parte da programação da 3ª Semana Político-Cultural do IMA.

A homenagem desta sexta-feira marca ainda a passagem por São Luís da atriz Maria Ethel, atualmente radicada no Rio de Janeiro. Em 2009, ela foi escolhida como Melhor Atriz pelo SATED/MA (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Maranhão) por sua atuação em “A Besta Fera”, que também conquistou o prêmio de Melhor Espetáculo.

2 comentários:

Anônimo disse...

O centenário de Maria Aragão é um momento de grande comemoração para os maranhenses, mas também nos remete a uma reflexão acerca da sociedade atual, marcada por profundas transformações sociais, políticas, econômicas e culturais impostas p...elo processo de expansão capitalista e que são visualizadas na crescente pobreza, precarização do trabalho, aumento da exclusão social, desestruturação da proteção, direitos e conquistas dos trabalhadores e uma série de outras conseqüências que se traduzem no agravamento da questão social.
Ah! Minha querida rosa rubra da revolução abortada, como bem lhe definiu José Louzeiro, você bem sabe que a “democracia” que vivenciamos está anos-luz de distância da verdadeira democracia, pela qual você tanto lutou. O mundo nunca precisou tanto de pessoas como você...
Se todos fossem iguais a você ... no mundo não haveria mais espaço para o machismo, racismo, homofobia e todas as outras formas de discriminação e preconceito. As pessoas se respeitariam e lutariam por suas felicidades mutuamente.
Se todos fossem iguais a você... Não existiriam mais crianças fora da escola e todas teriam acesso a educação, saúde e políticas públicas de qualidades.
Se todos fossem iguais a você ... O sonho de um mundo melhor, justo e igualitário seria realidade ...”

Trechos da minha homenagem a minha saudosa vovó Dedê, publicada no jornal “O Imparcial” no dia 10 de fevereiro de 2010, pelo transcurso do seu centenário.

Parabéns vovó Dedê! Quem te conheceu, jamais te esquecerá ...

coletivo da redação disse...

Muito bonita a sua homenagem!